quinta-feira, 7 de novembro de 2013

A herança do Rei!

Voltei a ativa, depois de muito tempo sem fazer um post.

Nada mais justo que uma homenagem ao meu velho, meu herói, meu companheiro, meu Pai, que não está mais presente,mas foi ele quem me ensinou a fazer esse prato de bacalhau, inclusive todos o convidavam a fazer esse prato e claro, pois além de muito saboroso, onde ele estava, tinha comida boa, bebida e a festa era garantida.

O prato é sensacional, bom de paladar, simples, fácil e rápido de preparo e ao mesmo tempo sofisticado, pois leva bacalhau (hehehehe).

Mas chega de conversa e vamos iniciar os trabalhos.

Bora ao Mise en place (Segundo a Wikipédia o Mise en place é um termo francês que significa literalmente “posta no lugar”. É a etapa inicial do preparo de uma receita, que consiste em separar todos os ingredientes e utensílios da receita e deixá-los como indicado na mesma, como por exemplo, lavar, descascar, cortar, fatiar, picar, triturar, medir quantidades, e depois ir colocando cada ingrediente no seu potinho para que no momento da preparação da receita você não fique atrapalhado(a) ou perdido(a) como barata tonta na sua própria cozinha.), então, tenha paciência neste momento, pois é fundamental para sua receita ficar bonita e uma delicia.


Corte todos ingredientes e de preferência em rodelas (cebola, tomate, pimentão amarelo e vermelho - não gosto de usar o verde, mas fica ao seu critério), batata Inglesa (não cozinhar as batatas), alho (muito alho), salsinha e cebolinha picada, ovos cozidos, azeitona preta sem o caroço e claro a estrela do prato: o bacalhau dessalgado e em lascas.


Agora em uma panela grande e funda, inicie a montagem.

Coloque uma camada de batata, após uma de cebola, em seguida os pimentões, agora o alho, tomate, as azeitonas (sem o caroço em!!!) agora o rei da história, o bacalhau. Vá intercalando as camadas desta forma até completar a panela. Após, coloque salsinha e cebolinha (a gosto) e por fim pimenta do reino ralada na hora a gosto. 

DICA: cuide com o sal, eu nem coloco, pois quando vou dessalgar o bacalhau, nunca tiro todo o sal justamente para deixar no ponto. (na dessalga experimente para ver o seu ponto)

Depois de montada a panela até o seu topo (mas obviamente, deixe um espaço para fechar a tampa), coloque azeite extra virgem de boa qualidade e aqui não se pode ter miséria, pois azeite e bacalhau são iguais a feijão com arroz. A medida do azeite pode ser a metade da panela ou um pouco menos (esse levou uma garrafa de 500ml).

Gasto todo azeite extra virgem, ligue o fogo e deixe cozinhar em fogo médio com a panela tampada.

O ponto de cozimento será quando a batata estiver macia.




Agora chegou o melhor momento, hora de servir e saborear - confesso que não é uma apresentação linda, mas vale cada garfada.


Mas não esqueça, um bom vinho sempre deve acompanhar uma boa comida, por isso a Enoteca Decanter sempre me ajuda e desta vez duas opções, um Branco e um Tinto:







Branco: O produtor é o Anselmo Mendes, de Protugual da região de Minho-Vinho Verde e o rótulo é Alvarinho Curtimenta 2011.(uva: Alvarinho)











Tinto: O Produtor é Domingos Alves de Souza, de Portugual da região do Douro, o rótulo é Estação Douro 2010.(Uva: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tempranillo, Tinto Cão e tinta Barroca)





Esse é um prato para família, amigos reunidos, festa, diversão e neste caso foi à última vez que fiz com meu Pai esse prato, por isso a homenagem.

Meu Irmão, meu Pai e Eu (faltou o Felipe, o mais novo)

Voilà, divirtam-se  na cozinha!

Au revoir!!! 


3 comentários:

  1. Justa homenagem, afinal seu interesse e dedicação na cozinha é herança dele. Saudades do meu sogro...
    Sóila

    ResponderExcluir
  2. o aspeto está gostoso! eu costumo fazer essa receita: http://www.tudoreceitas.com/receita-de-bacalhoada-199.html mas agora vou experimentar a sua também!

    ResponderExcluir

Bem Vindo ao Blog Cozinhar é meu Hobby.
Seu Comentário, sugestão, crítica, elogio, etc... é muito importante para o aprimoramento desde blog.
Agradeço sua visita.
Abraços.
Att.
Carlos Vilas Boas