sexta-feira, 17 de junho de 2011

Tainha Arrogant

Vocês verão pela terceira vez neste blog um prato com peixe. Não que seja falta de criatividade, mas é que gosto de preparar pratos com ingredientes da estação, e, inverno em Floripa, é sinônimo de abundância de Tainha.
Neste prato assei inteiro temperado com sal, pimenta e limão siciliano. Olha o bichão deitado sob uma “caminha” de cebola.

Como acompanhamento, cozinhei um arroz com 7 grãos+soja. É uma novidade da marca Tio João que vem vários tipos de grãos (cevada, soja, arroz negro, arroz integral etc), presente da minha amiga Zita.



Depois de pronto, montei um prato com arroz, o peixe e molho preparado com tomate seco, manjericão, limão siciliano, aceto balsâmico e azeite de oliva. Sabe o casal 20? É o peixe com esse molho. Casamento perfeito!

E, por fim, a bebida. Até mesmo pela estação, não poderia ser algo diferente de vinho.
Experimentamos uma indicação da Decanter Vinhos, um Francês que chega ao Brasil já fazendo sucesso e tem nome divertido, Arrogant Frog. Tomamos um branco (Sauvignon Blanc 2009) que de arrogante não tem nada, mas depois da segunda garrafa me deixou soluçando feito sapo .... rssrssrss, brincadeiras a parte, o vinho é demais. Um super rótulo que tem tudo para ser sucesso no Brasil, porque além do rótulo e nome originais e divertidos, ele é muito fresh e moderno. Um Francês do Novo Velho Mundo.
 

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Jantar Romântico, #ficaadica para o Dia dos Namorados

Apesar do dia dos namorados ser somente no sábado, semana passada minha esposa fez-me uma surpresa. Esperou-me em casa com uma mesa decorada bem romântica, ‘a luz de velas, com canapés e um belo vinho. Fica a dica para quem quiser criar um clima caliente no dia dos namorados.


O Vinho era italiano, um Cardeto – Rupestro, da Umbria, 2008, da Adega Essen Vinhos.


A entradinha estava muito boa, mas como o cozinheiro da casa sou eu, tive que ir pra cozinha preparar o jantar, que, diga-se de passagem, não ‘e nenhum sacrifício para mim.
Decidi fazer um Risoto de salmão que tem o preparo bem simples e rápido. Usei arroz arbóreo italiano, temperos como cebola, alho, mostarda Dijon, cebolinha, salsinha e grana padano.

O segredo do preparo do risoto com arroz arbóreo ‘e não parar de mexer durante o cozimento e ter um bom caldo para ir regando. Este caldo foi com a pele do salmão.

Olha o prato finalizado. Como disse minha esposa, estava de comer escondidinho.

A segunda garrafa de vinho da noite foi dica do pessoal da Essen Vinhos: Cardeto, Alborato Rose, da Umbria.

Noite perfeita com boa companhia, comida e vinho. Quer dica mais romântica que essa?

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Noite Italiana com Amigos

As noites de sábado normalmente já são boas, mas podemos torná-la ainda melhor.
Quer a receita? Aí vai: reunir amigos numa casa aconchegante, em volta do fogão à lenha para cozinhar uma bela massa e beber ótimos vinhos. Perfeita noite italiana!
Teve decoração e inclusive a música era italiana (méritos da nossa amiga Jana que pensou em tudo):



Depois de abrir a primeira garrafa de vinho fui preparando o fogão à lenha que além de dar muito mais sabor à comida ajudou a espantar o frio.

 
Noite italiana sem massa não tem graça e minha escolha foi uma Pasta italiana, tagliatelle em duas cores (tradicional e verde) para dar um colorido no prato. Ficou bacana.


Alguns dos ingredientes usados para fazer o molho.

O molho foi invenção do dia e novamente meus amigos foram as cobaias. Usei camarão e ingredientes diversos: tomate pelado, curry para acentuar o sabor, cebola bem picadinha, salsinha e cebolinha frescas ao final, creme de leite fresco e meu amigo do peito, o limão siciliano, em raspa da casca e um pouco do suco.

O cozimento da massa foi al dente e para finalizar o prato foi ralado Grana Padano.



Para acompanhar, nada melhor que um CHIANTI, com personalidade, porém bem leve como o camarão pede.

Noite fechada com mais de 7 garrafas de vinho, boa comida (pelo menos até o momento ninguém reclamou), boa companhia, boa conversa, excelente lugar com uma lareira para esquentar a madrugada fria de sábado.